Índonésia investiga morte com suspeita de gripe aviária

Fontes do Ministério da Saúde indonésio anunciaram nesta quarta-feira a morte de uma mulher de 25 anos por gripe aviária, segundo o resultado das análises locais. Novas amostras ainda serão analisadas no laboratório de referência da Organização Mundial de Saúde (OMS) em Hong Kong.Em caso de confirmação, seria a oitava morte por gripe aviária neste país do sudeste asiático.Um grupo de cientistas, em colaboração com a OMS, passou as últimas semanas colhendo amostras de pessoas e aves na ilha de Bali para analisar as conseqüências do estreito contato entre humanos e animais na ilha e ver se alguns de seus habitantes desenvolveram defesas naturais ao vírus da gripe aviária.Além disso, cerca de mil estudantes de Veterinária recolheram amostras de aves nas ilhas de Java, Sumatra e Bornéu para detectar possíveis mutações no vírus.O vírus H5N1 é transmitido apenas por contato direto com animais, mas a OMS adverte que uma mutação do vírus que o tornasse transmissível entre humanos poderia desencadear uma grave pandemia.Desde a reaparição da gripe aviária no final de 2003, 133 pessoas foram afetadas no Sudeste Asiático, e 68 morreram.   leia mais sobre gripe aviária

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.