Inpe fornece de graça mais de 22 mil fotos do satélite

Desde o dia 15 de junho, quando o Instituto acional de Pesquisas Espaciais (Inpe) abriu o acesso gratuíto ao catálogo de imagens do satélite sino-brasileiro de sensoriamento remoto, o Cbers-2, até o último dia 20 de agosto, foram disponibilizadas 22.460 imagens.No total, 839 instituições solicitaram as imagens, sendo que as empresas privadas, em número de (356), são a maioria. Em seguida aparecem como solicitantes as entidades educacionais (208), órgão governamentais (194) e instituições particulares (81). Entre os que solicitam as imagens via internet também aparecem agências de propaganda e marketing, empresas de engenharia e estudantes.Para que se tenha uma idéia do que representa as mais de 22 mil imagens solicitadas, o Inpe informa que a média anual de solicitações que recebe para imagens do satélite norte-americano Landsat (que não são gratuítas), nos últimos três anos, foi de 1.300. Segundo a Radiobrás, o Inpe prevê que o número de imagens solicitadas até o final do ano seja superior a 30 mil. Para o instituto, a iniciativa de disponibilizar as imagens sem custo é importante não só para atender ao público que já utiliza esse recurso, como para ajudar a aproximar a sociedade do programa espacial do País.

Agencia Estado,

26 de setembro de 2004 | 12h42

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.