Inpe lança telescópio que capta radiação de estrelas

Depois de sete anos de estudos, o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) lançou na quinta-feira em Nova Ponte, no Triângulo Mineiro, o primeiro telescópio brasileiro capaz de registrar a radiação de raios X e gama emitida pelas estrelas.O equipamento, chamado Masco - abreviação de Máscara Codificada -, pesa 2 mil quilos, tem sete metros de altura, custou R$ 3 milhões e foi desenvolvido para coletar dados de fenômenos como buracos negros e informações sobre a origem de galáxias e estrelas.O telescópio foi levado por um balão gigante - de cerca de 140 metros cúbicos - a 39,8 km de altitude, posição em que permaneceu por 11 horas coletando dados. Depois disso, desprendeu-se do balão e voltou ao solo de pára-quedas.Imagens precisas"Aparentemente deu tudo certo, estamos satisfeitos", afirmou o pesquisador responsável pelo telescópio, Thyrso Vilela Neto, da Divisão de Astrofísica do Inpe. As primeiras imagens recebidas pela estação de telemetria do Inpe apresentaram qualidade e precisão."Além das imagens, o outro objetivo conquistado foi o êxito no desenvolvimento do sistema de altitude, já que o telescópio foi programado para um auto-controle", explicou o pesquisador.O êxito significa para o País um grande avanço na área de astronomia em raio X e gama. "Uma área que ainda tem muito a ser explorada", afirmou o pesquisador.LançamentoO lançamento foi às 2h04 da madrugada no aeroporto de Nova Ponte, na região oeste de Uberlândia, e foi acompanhado por 22 especialistas. O telescópio subiu a uma velocidade de 13 km/h.Um avião do Inpe acompanhou o vôo do balão até que ele se separou do telescópio. Depois da separação, o Masco desceu de pára-quedas na zona rural do município de Capinópolis (MG).Os moradores de Nova Ponte e Capinópolis ficaram surpresos com o balão que viam no céu. O confeiteiro Miguel Luiz Maciel contou que o lançamento assustou quem não sabia do que se tratava. "Pensaram até em disco-voador. Todo mundo deixou o trabalho e foi para a rua. Foi um dia que parou a cidade."A região foi escolhida para o lançamento por causa da localização e e condições climáticas favoráveis.

Agencia Estado,

02 de abril de 2004 | 10h02

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.