Inpe vai examinar metal que caiu após explosão no céu

O Departamento de Polícia Técnica-Científica do Piauí recolheu na cidade de Batalha (154 km ao norte de Teresina) o pedaço de metal retorcido que caiu na região, após uma explosão no céu. O material será encaminhado ao Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) para análise. Ainda não se sabe a origem do material.O secretário de Segurança, Menandro Pedro da Luz, disse que se trata de um pedaço de chapa de ferro, com cerca de um metro na maior extensão, que apresenta sinais de aquecimento, provavelmente pelo atrito na entrada na atmosfera terrestre.Não se sabe ainda se há radioatividade nos destroços, o que pode ocorrer caso sejam parte de um satélite. O secretário de Defesa Civil do governo piauiense, Antonio Uchoa, reforçou a recomendação de que ninguém se aproxime destes materiais.EstrondoA população da cidade estava freqüentando assiduamente a delegacia local para matar a curiosidade sobre o objeto que caiu do céu na madrugada de domingo. Houve uma explosão, com um clarão e um estrondo, assustando as pessoas.Regina Milano Nogueira e Ronaldo Nogueira, que moram em São João da Boa Vista, dizem que viram o objeto segundos antes da queda. No sábado, os dois aguardavam, do lado de fora de um hotel em São Luís, o transporte que os levaria ao aeroporto. Ao olharem para o céu, viram um amontoado de luzes."Tinha o formato de uma bola, com várias bolinhas atrás", diz Regina. "De repente, a bola maior ficou para trás e as pequenas passaram à frente". Um pouco depois, ouviram o barulho de uma explosão.

Agencia Estado,

30 de julho de 2004 | 10h49

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.