Insetos contribuíram para fim de dinossauros, diz estudo

Répteis teriam sofrido com doenças; nova teoria sugere que extinção foi gradual.

BBC Brasil, BBC

07 de janeiro de 2008 | 14h30

Uma nova teoria sobre a causa da extinção dos dinossauros sugere que os insetos podem ter tido "papel importante" na extinção dos grandes répteis pré-históricos.Segundo a pesquisa, publicada no livro What Bugged the Dinosaurs? Insects, Disease and Death in the Cretaceous ("O que incomodou os dinossauros? Doenças e Morte no Cretáceo", em tradução livre), os dinossauros sofreram muito com doenças provocadas pela picada de mosquitos e outros insetos. A nova teoria sugere ainda que os insetos, como as abelhas e outros polinizadores, auxiliaram na disseminação rápida de plantas com flores, esgotando as fontes de alimentação dos dinossauros vegetarianos. Inicialmente, essa mudança teria dificultado a vida dos dinossauros vegetarianos e posteriormente, dos seus predadores. O estudo dos cientistas George e Roberta Poinar, da Oregon State University, nos Estados Unidos, sugere ainda que os dinossauros não foram extintos de maneira abrupta, mas que o seu fim foi gradual e teria levado milhões de anos. "Não sugerimos que os insetos sejam a única causa da extinção dos dinossauros, mas acreditamos que eles tenham papel importante", afirma George Poinar. "Mas os eventos geológicos e catastróficos não explicam sozinhos um processo que levou muito tempo, talvez milhões de anos." Extinção gradualUma das teorias mais conhecidas sobre o desaparecimento dos dinossauros sugere que o impacto da queda de um asteróide sobre a Terra há 65 milhões de anos teria provocado a extinção dos reptéis. Outra teoria bastante aceita é a mudança climática provocada pela erupção de um vulcão na Índia. Os cientistas analisaram insetos encontrados na resina fossilizada do período Cretáceo em depósitos no Líbano, Canadá e Mianmar. A pesquisa fez uma reconstrução do ambiente hostil pré-histórico habitado por enxames de insetos. Segundo os pesquisadores, o estudo encontrou vermes intestinais e protozoários em excrementos fossilizados de dinossauros. De acordo com os autores do livro, as análises mostram como insetos infectados com doenças como a malária, Leishmania e outros parasitas intestinais podem ter provocado a devastação lenta dos dinossauros. Além disso, os insetos podem ter destruído a vegetação ao espalhar doenças na flora. BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.