Internauta descobre antiga vila pelo Google Earth

Com a ajuda do Google Earth, um banco online de imagens aéreas de todas as regiões do mundo, um especialista italiano em artes gráficas - e, a partir de agora, arqueólogo amador -, descobriu uma vila romana fundada provavelmente no ano 2000 a.C. na região de Parma, na Itália.A descoberta de Luca Mori ocorreu por acaso, quando o internauta procurava uma foto de satélite de sua casa, como muitos usuários do programa.Depois de ver as imagens de sua região, Sorbolo, ele passou a observar as fotos que apareciam de terrenos a oeste de seu Estado. Em uma delas reparou que um terreno agrícola apresentava uma anomalia: uma mancha no formato de um olho e outras formando linhas retilíneas.Mori suspeitou se tratar de uma área já ocupada pelo homem em épocas passadas. Procurou especialistas do Grupo Cultural Quingento di San Prospero e do museu arqueológico da cidade.A análise dos especialistas mostrou que o olho é um vestígio dos meandros de um curso d´água que passava no local. As linhas retilíneas seriam traços de estradas e construções antigas.Isso levou os cientistas, num primeiro momento, a pensar na existência de um sítio arqueológico. No entanto, a descoberta de uma série de cerâmicas permitiu aos especialistas concluir se tratava, na verdade, de uma vila romana ou uma antiga colônia agrícola.

Agencia Estado,

20 de setembro de 2005 | 12h02

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.