Marcos d' Paula/AE
Marcos d' Paula/AE

Internet mina poder de concentração dos jovens, diz estudo

Especialistas dizem que sobrecarga de informação está remodelando o funcionamento do cérebro dos jovens

Efe,

11 Fevereiro 2010 | 09h45

A internet está comprometendo a capacidade de concentração dos jovens, segundo um estudo da University College de Londres. David Nicholas, o acadêmico responsável pelo trabalho, chegou à conclusão que os adolescentes estão perdendo a capacidade de ler e escrever textos longos, já que a grande rede faz com que as mentes desse grupo populacional funcionem de um modo diferente do cérebro de gerações anteriores.

Veja também:

linkEstudo britânico vincula excesso de Internet à depressão 

 

Durante o estudo, 100 pessoas foram convidadas a responder perguntas que exigiam um pouco de pesquisa. Os mais jovens (de 12 a 18 anos) escreveram suas respostas após consultar metade dos sites visitados por um grupo de pessoas mais velhas instruído a fazer o mesmo. Também foi constatado que as respostas dos mais novos eram mais incompletas.

 

Segundo Nicholas, 40% dos adolescentes que participaram do estudo não consultaram mais que três das milhares de páginas encontradas na internet sobre um determinado assunto.

 

Já as pessoas que se educaram antes da chegada da internet voltavam às mesmas fontes e se aprofundavam nelas em vez de pular de uma página para outra. "Há provas empíricas de que a sobrecarga de informação e o pensamento associativo está remodelando o funcionamento do cérebro dos jovens", destacou o psicólogo Aleks Krotoski.

Mais conteúdo sobre:
internetconcentraçaojovens

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.