IPÊ lança livro sobre Biologia da Conservação e manejo de vida silvestre

O Instituto de Pesquisas Ecológicas (IPÊ) lança, amanhã, em Fortaleza, a obra ?Métodos de Estudos em Biologia da Conservação e Manejo da Vida Silvestre?, uma publicação de 650 páginas, organizada por Laury Cullen Jr e Cláudio Valladares Pádua, do IPÊ, e Rudy Rudran, do Smithsonian Institute, EUA. A metodologia descrita é resultante de experiências concretas, realizadas em vários países, incluindo o Brasil. Isso confere um caráter extremamente prático e didático ao livro, permitindo classificá-lo como um guia técnico, para os interessados em reproduzir casos de sucesso, sejam eles funcionários de agências de financiamento, administradores públicos, integrantes de ongs ambientalistas ou pessoas que trabalham com conservação, pesquisas de campo e manejo de parques nos trópicos.Conhecida como ?disciplina da crise?, a Biologia da Conservação surgiu da necessidade de estudar os processos de alteração ambiental decorrentes de ações humanas destrutivas, suas conseqüências (como a extinção de espécies), e os meios de evitá-las (ações conservacionistas). Entre os temas abordados estão, por exemplo, os diferentes usos da telemetria (localização por rádio, inclusive com GPS) para estudo de espécies ameaçadas de extinção. Ou as formas de aplicar os conceitos de Ecologia de Paisagens na conexão de fragmentos florestais. ?É um livro complementar às grandes obras conceituais, uma vez que mostra como estes conceitos podem ser aplicados no trabalho de conservação das espécies ameaçadas e de reconstrução de ecossistemas muito fragmentados?, explica Cullen Jr.A publicação do livro contou com o apoio da Universidade Federal do Paraná (UFPR), da Fundação O Boticário de Proteção à Natureza, do Wildlife Trust e dos Amigos do Zoológico Nacional de Washington DC, dos EUA. O lançamento será durante o VI Congresso da Sociedade de Ecologia do Brasil. Os métodos e experiências incluídos em suas páginas foram descritos, passo a passo, por 30 conservacionistas, que foram ou ainda são professores do curso de Biologia da Conservação, realizado todos os anos pelo IPÊ, em sua sede de Nazaré Paulista, interior de São Paulo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.