Islandeses matam sua primeira baleia para "fins científicos"

A tripulação de um barco pesqueiro islandês matou sua primeira baleia, no início de sua expedições de caça para "fins científicos", longe dos olhos de grupos de defesa dos animais. O Instituto de Pesquisa Marinha da Islândia anunciou que o Njordur - um dos três barcos envolvidos na caça às baleias - matou a primeira das 38 baleias minke que deverão ser capturadas nas próximas seis semanas.A Islândia alega que a pesca tem fins científicos, mas Grã-Bretanha, Estados Unidos e diversos outros países já qualificaram a iniciativa islandesa como desnecessária. Cientistas planejam estudar o que há no estômago das baleias. O governo islandês alega que a pesquisa é necessária para determinar os efeitos da alimentação da baleia sobre a fauna marinha e a pesca de bacalhau, vital para a economia local.

Agencia Estado,

18 de agosto de 2003 | 17h58

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.