Islândia anuncia caça de baleias para "fins científicos"

O governo islandês fez o inesperado anúncio de que tem planos de iniciar a caça de baleias com supostos fins científicos, desencadeando uma série de críticas de grupos ambientalistas e de outros países. "Somos contrários a isso. Estamos decepcionados", disse Rolland Schmitten, delegado americano da Comissão Internacional de Caça de Baleias. "Não se trata de um conhecimento relevante. É desnecessário."Em Londres, o secretário do governo britânico para pesca, Ben Bradshaw, disse que o governo de seu país também considera desnecessária a postura da Islândia. "A alegação islandesa é totalmente injustificável", declarou.Della Green, do Fundo Internacional para o Bem-Estar Animal, alertou que "não existe absolutamente nenhuma base científica para que essas baleias sejam assassinadas".Apesar da moratória internacional para a matança comercial de baleias, os países não precisam de permissão para conduzir pesquisas científicas com baleias. Mesmo assim, os governos apresentam seus planos para a comissão. A Islândia o fez recentemente e teve seu pedido rejeitado.

Agencia Estado,

06 de agosto de 2003 | 18h55

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.