Israel e Jordânia anunciam projeto para salvar Mar Morto

Israel e Jordânia anunciaram hoje o seumaior projeto já criado, durante a Rio +10: umatubulação no valor de US$ 800 milhões, destinada a salvar o MarMorto, que está diminuindo gradativamente, da devastaçãoambiental.O nível do mar, partilhado pelos dois países, que assinaram umacordo de paz em 1994, está baixando à razão de aproximadamenteum metro por ano, e poderia desaparecer em poucas décadas,prejudicando o turismo nos dois países e drenando, indiretamente, o escasso suprimento de água da região, segundo afirmaramministros de gabinete dos dois países."Essa é uma catástrofe a caminho, e ela poderá tornar-seapocalíptica se não a enfrentarmos o mais rapidamente possível", afirmou o ministro do Ambiente Tzahi Hanegbi, de Israel. Os dois governos revelaram, hoje, que esperam trabalhar juntosna construção de uma tubulação de 300 km de extensão, que seiniciará no Mar Vermelho e atravessará os dois países, paraconter a baixa do nível da água no Mar Vermelho.Israel e a Jordânia tinham esperanças de manter uma estreitacoperação entre si após a assinatura do acordo de paz, há oitoanos. Entretanto, os planos não corresponderam às expectativas, e orelacionamento entre ambos esfriou desde o início da segundaintifada palestina, há dois anos."Isso nos traz a mensagem de que vivemos em uma área com umdestino comum. O ambiente, a ecologia e a natureza não conhecemfronteiras nem conflitos políticos," declarou Bassem Awadallah,ministro do Planejamento da Jordânia.

Agencia Estado,

01 de setembro de 2002 | 19h54

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.