JAL estuda por aliar-se à Delta Airlines

Empresa aérea dos Estados Unidos ofereceu ajuda financeira de US$ 1,02 bi

Efe,

05 Janeiro 2010 | 03h53

A principal companhia aérea japonesa, Japan Airlines (JAL), estuda a formação de uma aliança estratégica com a americana Delta Airlines, o que ajudaria a companhia japonesa a passar a fazer parte do grupo Skyteam, segundo informou hoje o diário "Yomiuri".

 

A JAL, que atravessa grave crise, aposta na formação de uma aliança de capital com a Delta Airlines, maior companhia aérea mundial, ao invés de se aliar à American Airlines, que também ofereceu a injeção de dinheiro na companhia, segundo fontes anônimas citadas pelo diário.

 

Um acordo com a Delta faria com que a JAL abandonasse a aliança OneWorld e passasse a fazer parte da SkyTeam, da qual também participam a franco-holandesa Air France-KLM, a italiana Alitalia e a sul-coreana Korean Air.

 

Além disso, a nova estratégia facilitará a JAL pôr em prática seu plano para reduzir significativamente o número de suas rotas internacionais, com a adoção de voos de code-share, diminuindo, assim, o risco de quebra.

Segundo o "Yomiuri", a American Airlines está perto de dar por fracassadas as negociações, o que obrigaria a companhia aérea americana a reduzir suas operações no Japão.

 

A Delta, por sua parte, ofereceu à JAL uma ajuda financeira no valor de US$ 1,02 bilhões, que incluem US$ 500 milhões em investimento e US$ 300 milhões para cobrir uma queda da receita devido à mudança para a SkyTeam.

 

A JAL deve fechar o atual ano fiscal, que termina em março, com suas quartas perdas anuais em cinco anos. A Delta tem uma fração de 32% do mercado dos voos entre Japão e Estados Unidos, enquanto a JAL tem 22%.

 

Em dezembro, Japão e EUA chegaram a um acordo de "céus abertos" para liberalizar o tráfego aéreo entre os países, o que facilitará as operações entre as companhias aéreas japonesas e americanas.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.