<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=1659995760901982&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">

Japão quer base na Lua e ônibus espacial, diz jornal

O Japão planeja começar a construir uma base tripulada an Lua e criar seu próprio ônibus espacial dentro dos próximos 20 anos, informa o jornal Mainichi Shimbun . A agência espacial japonesa, JAXA, prepara planos para criar um robô que fará sondagens na Lua por volta de 2015. Por volta de 2025, iniciará a construção de uma base de pesquisas tripulada no astro e o projeto de uma nave espacial reutilizável, semelhante ao ônibus espacial americano, de acordo com o jornal. A reportagem diz ainda que o orçamento da agência espacial poderá ser multiplicado por seis, chegando a 6 trilhões de ienes (US$ 57 bilhões) para dar conta desses planos. Representantes da JAXA não foram encontrados para comentar os informes.O programa espacial do Japão mantém, há anos, um foco na pesquisa com sondas automáticas. Ano passado, porém, um comitê do governo sugeriu que o país desenvolva um programa próprio com astronautas. Durante muito tempo a principal potência espacial da Ásia, o Japão luta para sair da sombra da China, que pôs um astronauta em órbita em 2003. Os chineses já se mostraram interessados na Lua.

Agencia Estado,

28 de fevereiro de 2005 | 16h55

Selecione uma opção abaixo para continuar lendo a notícia:
Já é assinante Estadão? Entrar
ou
Não é assinante?
Escolha o melhor plano para você:
Sem compromisso, cancele quando quiser
Digital Básica
R$
0, 99
/ mês
No primeiro mês
R$ 9,90/mês a partir do segundo mês
  • Portal Estadão.
  • Aplicativo sem propaganda.
Digital Completa
R$
1, 90
/ mês
No primeiro mês
R$ 19,90/mês a partir do segundo mês
Benefícios Digital Básica +
  • Acervo Estadão 146 anos de história.
  • Réplica digital do jornal impresso.
Impresso + Digital
R$
22, 90
/ mês
No primeiro ano
R$ 56,90/mês a partir do segundo ano
Benefícios Digital Completa +
  • Jornal impresso aos finais de semana.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.