Japão suspende caça de baleias jubarte

País cede à pressão internacional; moratória à prática existe desde anos 60.

BBC Brasil, BBC

21 de dezembro de 2007 | 07h40

O Japão anunciou que está suspendendo temporariamente uma missão na Antártida para caçar baleias jubarte.A frota, entretanto, irá caçar cerca de mil baleias de outras espécies na área.A decisão foi tomada após intensa pressão da Comissão Internacional de Caça às Baleias. O plano original do governo japonês era de caçar pelo menos 50 baleias jubarte na expedição para a Antártida, que seriam usadas para pesquisa científica.O Japão é condenado regularmente por suas missões anuais de caça à baleia, mas esta em particular vinha causando controvérsia, pois seria a primeira do país tendo como alvo esta espécie desde a introdução de moratória em meados da década de 60.Antes da moratória, as baleias jubarte foram caçadas quase até a extinção.Segundo o correspondente da BBC em Tóquio, Chris Hogg, provavelmente o Japão não realizará caças da espécie por pelo menos um ano.O Japão alega que a caça de baleias é necessária para pesquisas científicas, mas outros países afirmam que os mesmos objetivos podem ser alcançados com a adoção de técnicas que não levem à morte do animal.Estados Unidos e Austrália têm sido particularmente críticos em relação à caça de baleias jubarte.BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Tudo o que sabemos sobre:
baleiajubartecaçajapãobaleeira

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.