Japão testa avião que faz duas vezes a velocidade do som

A Agência de Exploração Aeroespacial do Japão lançou com sucesso nesta segunda-feira um protótipo de um jato supersônico que poderia revolucionar o transporte aéreo, viajando com o dobro da velocidade do som e com capacidade para transportar 300 passageiros.Além de ser mais rápido que o Concorde, aposentado há dois anos, o novo avião também teria autonomia de vôo maior que a do Concorde, podendo voar por distâncias mais longas sem necessidade de reabastecimento.O protótipo experimental japonês foi lançado de uma base em Woomera, no sul da Austrália. É um modelo em escala de um propulsor de foguetes, não tripulado, lançado a uma altitude de cerca de 20 km.A partir daí, o modelo entraria em velocidade de cruzeiro a Mach 2 - duas vezes a velocidade do som - antes de voltar para a Terra. O propósito do teste era avaliar a aerodinâmica de um novo desenho de asa.Os responsáveis pelo projeto esperam que o jato possa fazer um dia a viagem entre Tóquio e Nova York em menos de seis horas - menos da metade do tempo atual de vôo entre as duas cidades.O projeto, financiado pelo governo japonês, tem enfrentado problemas. Três anos atrás, um vôo de teste na base de Woomera terminou em desastre. Pouco após o lançamento, o protótipo começou a voar em espiral, fora de controle, antes de se espatifar no solo.

Agencia Estado,

10 de outubro de 2005 | 10h40

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.