Japoneses desenvolvem robô que posa como modelo

Protótipo não tem medidas perfeitas, mas com 16 articulações é capaz de memorizar e repetir movimentos

Efe

22 de julho de 2008 | 16h54

O centro de pesquisa japonês New Industry Research desenvolveu um novo robô feminino que posa como uma modelo de alta costura, segundo disse nesta terça-feira, 22, um de seus promotores.  O protótipo, desenvolvido na divisão de robôs desse instituto com sede em Kobe, no centro do Japão, não tem medidas perfeitas, mas com 16 articulações móveis, é capaz de posar como uma manequim.  "O robô move livremente as articulações do pescoço, a cintura, os braços e as pernas. Além disso, ele tem a capacidade de memorizar movimentos para repetir", disse Yasuo Otsuki, um de seus promotores.  "Pode posar de diferentes formas, mas não pode se mover", disse Otsuki, dizendo que não poderá desfilar em uma passarela.  O robô, que mede 1.60 metro, também não tem a altura mínima de uma modelo, mas imita seus gestos com perfeição e no futuro, disse, estará coberto de "fibras de plástico que imitem a textura da pele humana." No momento, o humanóide foi fabricado apenas em alumínio, para reduzir os custos de fabricação e também o peso do robô, que tem uma imagem feminina e esbelta, algo muito valorizado no campo da moda. "Desenvolvemos os robô para ser usado como manequim em lojas e também para uso em campanhas publicitárias de moda", explicou Otsuki. No entanto, o robô modelo não está a venda, pois seus criadores planejam comercializá-lo daqui a dois ou três anos "por menos de US$ 9.386."

Tudo o que sabemos sobre:
robótica

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.