Japoneses lançarão máquina que manipula sonhos

Fabricantes de brinquedos de Tóquio criaram uma máquina capaz de controlar sonhos. O Yumeimikobo, ou Loja de Sonhos, da empresa Takara deve ser comercializado em janeiro. E foi experimentado por um seleto grupo na Feira de Brinquedo em Yurakucho, no Japão. Segundo matéria publicada pelo jornal britânico The Times, a tecnologia por trás da navegação sonhada é bastante vaga. A promessa é de que permite "fantasiar" o que se deseja. Segundo as "cobaias" que experimentaram a vivência, as imagens e lembranças são mais vívidas e claras do que as dos sonhos "normais", embora a jornada para dentro do subconsciente não seja necessariamente ordenada. O usuário deve colocar uma imagem na máquina para servir de inspiração para a aventura desejada. A máquina oferece vários dispositivos para manipular os sonhos: depois de escolher a imagem, escreve-se uma pequena descrição do sonho ideal em um notebook, junto com uma nota da localização, a sensação que se deseja experimentar, quem se quer encontrar, o que a pessoa estará vestindo e o que vai fazer. Depois vem a importante seleção da música, que entra em um pequeno keypad na máquina. O próximo passo é gravar três palavras chaves para estruturar o sonho. "Espaço" para alguma ação extra-terrestre; "lago" para induzir a uma sensação de natureza indomável. A máquina toca música a um volume baixo e diminui o ritmo por cerca de meia hora antes de ser desligada. Seis luzes direcionadas acima da imagem piscam, supostamente para induzir a mente ao estado pré-sono profundo. Vão sumindo gradualmente. As palavras-chave são sussuradas no ouvido da pessoa. Serão repetidas em momentos cientificamente críticos durante a noite. Pequenos jatos de um poderoso aroma vindo por trás da máquina estimulam o subconsciente. É bom salientar que a Loja de Sonhos é melhor destinada àqueles que dormem sozinhos. Uma dona de casa que fez o ?test-drive? descreveu a experiência como "extremamente perturbadora". Outros que passaram pela experiência de manipular os sonhos - a maioria pessoas na casa dos 20 anos - relataram sensações similares. Os níveis de satisfação variaram. Uma pessoa queria mais do que qualquer coisa jogar pelo Japão na Copa do Mundo. Sonhou que estava assistindo o jogo sozinho em casa com uma tigela de salgadinhos no colo.

Agencia Estado,

28 de junho de 2004 | 10h09

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.