Jornalista acusado de salvar uma fera dos caçadores

John H. Richardson estava em Sabino Canyon para escrever uma matéria para uma das mais importantes revistas americanas, a Esquire. Mas não resistiu e acabou ajudando os ambientalistas a livrar um leão da montanha de uma armadilha.Pelo menos é o que diz uma denúncia federal, que o acusa de transgressão ao interferir em caçadas legais. O próprio editor executivo da Esquire admite que Richardson, como redator da revista, estava lá apenas para observar, não para participar.Richardson foi preso no dia 24 de março junto com o ambientalista Rodney Coronado, por invadir uma proriedade particular e tentar interromper uma caçada a leões da montanha. Eles enfrentarão seis meses de prisão federal se condenados. Seu julgamento está marcado para dia 3 de junho.A denúncia criminal afirma que o policial responsável pela aplicação das leis de Caça e Pesca do Arizona viu Coronado, Richardson e outra pessoa desarmando uma armadilha. Mas Bates Butler, advogado de Richardson, diz que os promotores têm ainda de apresentar alguma evidência.O U.S. Forest Service fechou o canyon em 9 de março porque os leões agressivos representavam ameaça à segurança pública.

Agencia Estado,

05 de maio de 2004 | 14h44

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.