Juiz implanta 'toque escolar' no interior

EDUCAÇÃO

, O Estado de S.Paulo

28 Julho 2010 | 00h00

A cidade de Fernandópolis, no noroeste paulista, terá a partir de agosto o chamado "toque escolar", que prevê a detenção de todo aluno surpreendido fora da escola durante o horário de aula e a devolução do faltoso ao colégio. A medida foi anunciada ontem pelo juiz da Infância e Juventude da cidade, Evandro Pelarin. Segundo o magistrado, as ocorrências reincidentes "poderão resultar em sanções aos pais", com multa cujo valor pode variar de 3 a 20 salários de referência.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.