Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Kyoto exige ação de países emergentes, lembra Bird

As metas estabelecidas pelo Protocolo de Kyoto para a redução das emissões de gases poluentes vão exigir a contribuição dos países em desenvolvimento, com projetos de energia renovável e preservação ambiental, disse Ken Newcombe, responsável pelos Fundos de Carbono do Banco Mundial.Segundo o representante do Bird, os países relacionados no tratado como obrigados a reduzir suas emissões tenderão a investir nestes projetos, que acabarão sendo menos custosos. Para Newcombe, ficaria muito caro para os países industrializados atingir as metas de Kyoto com projetos nacionais.O representante do Bird calcula que os países desenvolvidos terão de pagar a outros países por cerca de 3 bilhões de toneladas de CO2. O Protocolo de Kyoto cria um sistema de créditos de carbono pelo qual os países podem compensar suas emissões de gases pagando a outros países em desenvolvimento que têm projetos de energia renovável e áreas de manejo ambiental.Países como Chile, Marrocos e Índia já participam de projetos de redução de emissões de CO2 que são negociados sob a supervisão do Banco Mundial, lembrou Newcombe. Atualmente o Bird administra cerca de US$ 800 milhões em fundos de emissões.  mudanças climáticas

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.