Laboratório japonês é instalado na Estação Espacial

Astronautas usaram na sexta-feira umbraço robótico para instalar a primeira peça do laboratóriojaponês Kibo na Estação Espacial Internacional. O astronauta japonês Taka Doi manejou o braço mecânico dedentro do ônibus espacial Endeavour. O cilindro prateado foiretirado de uma baia de carga do ônibus e colocado lentamentena Estação, que agora finalmente tem áreas representando todosos seus 15 países participantes. A instalação do Kibo ocorreu após os astronautas GarrettReisman e Richard Linnehan passarem sete horas no espaço,preparando o deslocamento do laboratório japonês e fazendo amontagem de um sistema robótico canadense, chamado Dextre. O cilindro instalado é basicamente um depósito para osegmento principal do Kibo, que tem três peças. A principalserá entregue em maio. A última deve chegar no começo de 2009.Quando estiver pronto, o Kibo ("esperança") deve ter o tamanhode um ônibus de dois andares e será o maior laboratório daestação. Ele passou 20 anos sendo construído, a um custo de 2,4bilhões de dólares. Durante a saída ao espaço, Reisman e Linnehan fizeramvários comentários extasiados a respeito da paisagem. "Uau,uau, uau! Onde estamos passando agora?", disse Linnehan."Poderia ser Chicago, poderia ser o lago. Uau!" Os astronautas do Endeavour devem sair ao espaço cincovezes durante os 12 dias de missão. A tarefa mais importante émontar o Dextre, que pesa 1,5 tonelada e tem braços mecânicosde 3,4 metros. O sistema veio desmontado em nove partes. A Nasa pretende usar esse robô de 209 milhões de dólarespara realizar manutenções exteriores da Estação, o que reduz orisco das arriscadas saídas de astronautas ao espaço. Na sexta-feira, o Dextre não recebia energia elétrica daestação, mas a Nasa e a Agência Espacial Canadense disseram queum reparo no software deve resolver o problema. O Endeavour, que partiu na terça-feira da Flórida, devevoltar à Terra no dia 26, dois dias depois de deixar a EstaçãoEspacial. Logo em seguida, o não-tripulado "Jules Verne", primeiro"veículo automatizado de transferência" da Europa, deve atracarna estação, levando cargas. A Nasa pretende concluir as obras da Estação Espacial até2010, quando aposenta seus ônibus espaciais. Até agora, cercade 60 por cento do complexo orbital está pronto.

JEFF FRANKS, REUTERS

14 de março de 2008 | 09h24

Tudo o que sabemos sobre:
ESPACOJAPAOLABORATORIO

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.