Ladrões roubam esqueleto de 2º maior urso do mundo na Bósnia

A Polícia servo-bósnia pediu à Interpol controle para impedir tentativa de tirar do país descoberta arqueológica

Efe,

25 de maio de 2009 | 17h09

Homens desconhecidos roubaram o esqueleto de um urso de 16 mil anos de antiguidade, o segundo maior achado no mundo, da caverna de Orlovaca, cerca de 30 quilômetros ao leste de Sarajevo.

 

A agência servo-bósnia Srna informou que se trata de um conjunto de ossos de valor arqueológico incalculável por pertencer ao segundo maior urso encontrado no mundo.

 

As primeiras investigações indicam que, na sexta-feira, 22, os autores do roubo levaram os restos do Ursus Spelaeus, descobertos em 2004 na caverna de Orlovaca.

 

A Polícia servo-bósnia alertou aos postos fronteiriços e pediu à Interpol (Polícia internacional) um controle reforçado para impedir uma eventual tentativa de tirar do país a descoberta arqueológica.

Tudo o que sabemos sobre:
rouboesqueletoarqueologia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.