Lançamento do ônibus espacial Atlantis adiado para sábado

O Atlantis está levando à ISS o laboratório Columbus, um módulo habitável de pesquisas científicas

Associated Press

06 de dezembro de 2007 | 22h50

A Nasa adiou, pelo menos até sábado, o lançamento do ônibus espacial Atlantis, depois que dois sensores de combustível em seu tanque externo de combustível apresentaram defeito, um problema recorrente desde o desastre do Columbia, em 2003.      O lançamento estava previsto inicialmente para quinta-feira, e haveria uma janela nesta sexta - mas os administradores da Nasa optaram por não usá-la, para dar aos engenheiros mais tempo para analisar o problema.     O Atlantis está levando à Estação Espacial Internacional (ISS) o laboratório Columbus, um módulo habitável de pesquisas científicas construído pela Agência Espacial Européia (ESA) e que deveria ter sido instalado anos atrás, não fosse o desastre com o Columbia, em 2003.      Indicações preliminares sugeriam que o problema poderia estar em um circuito, e não nos sensores em si. Dois dos quatro sensores que determinam o desligamento do motor falharam em um teste de rotina na manhã de quinta-feira. É preciso que pelo menos três estejam funcionando para que o lançamento tenha prosseguimento.      Os sensores são parte de um sistema de apoio que garante que os três motores principais da nave não se desliguem muito cedo ou tarde demais, o que poderia ter conseqüências catastróficas.

Tudo o que sabemos sobre:
nasaatlantiscolumbusiss

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.