Leão marsupial tinha a mordida mais terrível

Estudo de uma universidade australiana concluiu que o leão marsupial, um dos grandes carnívoros que já habitaram a Austrália, tem a mordida mais forte entre todos os mamíferos vivos ou extintos.Os cientistas da Universidade de Sydney compararam o formato da cabeça de diversos tipos de mamíferos, de cachorros a ursos, para analisar a força da mordida deles.O leão marsupial, assim descrito por causa de sua aparência de felino, foi extinto há mais de 40 mil anos. Os marsupiais são mamíferos que, como o canguru, têm bolsas para carregar os filhotes.Um estudo de fósseis desse animal mostrou que ele deve ter sido um grande predador. DentesAlém de ter dentes grandes, o leão marsupial também tinha garras numa determinada forma que permitia que agarrasse e dilacerasse suas vítimas."O Thylacoleo canifex (nome científico do leão) foi um dos animais mais cruéis, mais apavorantes que alguém poderia ter a infelicidade de encontrar", disse Stephen Wroe, que liderou a equipe de pesquisadores, à BBC.A equipe de Wroe estudou os crânios de 39 mamíferos carnívoros, dos quais oito estavam extintos e só puderam ser analisados por seus fósseis.As informações mostram, como seria de se esperar, que são os carnívoros com mordida mais forte que atacam presas com um tamanho maior do que o seu. Para que pudessem sair vencedores nesses confrontos, precisavam de uma vantagem.

Agencia Estado,

06 de abril de 2005 | 12h16

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.