Loção repara danos de radiação solar à pele

Pesquisadores americanos dizem ter desenvolvido uma loção pós-sol que evita os danos à pele causados pela radiação ultravioleta. A loção, que está passando atualmente por testes clínicos, tem uma proteína que recupera o DNA danificado pelo sol.Segundo a empresa AGI Dermatics, responsável pela pesquisa, a loção pode reduzir a incidência de câncer de pele se for utilizada diariamente ao longo de um ano por pessoas com predisposição à doença.Especialistas temem que a nova descoberta possa incentivar as pessoas a passar mais tempo sob o sol. A AGI Dermatics afirma que a loção não deve substituir os protetores solares.ProteínaA nova loção tem uma proteína chamada T4 endonuclease, que penetra nos núcleos das células da pele e remove as áreas danificadas do DNA, iniciando um processo de reparação completado pelo corpo.A proteína penetra nas células em até uma hora depois da aplicação da loção e produz resultados significativos em até seis horas, segundo disseram os pesquisadores da empresa na conferência anual da Sociedade Quimica Americana.O produto foi testado em 30 pessoas com uma rara doença genética, xeroderma pigmentosum, que as torna mais suscetíveis ao câncer de pele. A aplicação diária da loção resultou na redução em um terço nos casos de câncer de pele e em dois terços nas lesões pré-câncer em relação aos que não usaram a loção.

Agencia Estado,

01 de setembro de 2005 | 10h34

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.