Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Lula teme não sobrar dinheiro para ciência

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva interrompeu discurso na cerimônia de lançamento do Programa Nacional de Desenvolvimento de Nanociência e Nanotecnologia, em Campinas, para fazer um desabafo. Mostrou preocupação com a elaboração do orçamento de 2006, o último de seu mandato, e com o risco de não haver recursos para investir em ciência e tecnologia.Ao falar sobre as necessidades de investimento em ciência, tecnologia e educação, Lula confidenciou: "É semana de orçamento e vocês não sabem... É como técnico de futebol, escalar um time quando a metade do time está contundida. São poucos jogadores. (...) Nós estamos em uma situação que... Vamos ver se no final de semana Deus nos ilumina para arrumar o nosso orçamento. Não deixar faltar dinheiro para ciência e tecnologia".Ao listar os investimentos em ciência e educação de seu governo, Lula afirmou: "Muitas vezes nem tudo a gente consegue enxergar".Sem mencionar em nenhum momento em seu discurso a crise política no governo e no seu partido, Lula afirmou que coisas importantes "não aparecem no dia-a-dia da imprensa do Brasil."O presidente deixou Campinas no final desta manhã, seguindo para a vizinha Hortolândia, onde tinha agendada a visita ao centro de serviços da IBM do Brasil. Ele estava acompanhado da primeira-dama, Marisa Letícia, e dos ministros Luís Fernando Furlan (Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior), e Sergio Rezende (Ciência e Tecnologia).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.