NASA/JOHN SONNTAG
NASA/JOHN SONNTAG

Maior iceberg do mundo está prestes a chegar ao mar aberto

Com altura equivalente a um prédio de 40 andares e área equivalente à do Distrito Federal, A68 se desprendeu da Antártida em 2017

Redação, O Estado de S.Paulo

07 de fevereiro de 2020 | 09h44

O maior iceberg do mundo está prestes a chegar ao mar aberto. Chamado de A68, o bloco se desprendeu da Antártida em 2017, pesando 1 trilhão de toneladas e com 5,8 mil km², o equivalente à área do Distrito Federal. Agora, ele se aproxima do limite do Círculo Polar Antártico, de onde deve seguir para o Oceano Austral, de acordo com informações da BBC

O A68 surpreendeu a comunidade científica em 2017 pelo tamanho e pela velocidade com que se desprendeu da plataforma Larsen C, o que fez pesquisadores levantarem a hipótese de que as mudanças climáticas globais teriam acelerado o processo. 

Ao todo, o iceberg tem 200 metros de espessura, o equivalente a um prédio de 40 andares, e 150 quilômetros de comprimento. 

Apesar de os números impressionarem, o iceberg é considerado “fino” em comparação com outros blocos da Antártida, e pedaços de gelo não devem chegar à terra firma tão cedo. Por enquanto, o A68 é monitorado por satélite e tem uma trajetória considerada previsível, trilhando um caminho do Oceano Atlântico conhecido como Beco dos Icebergs.

Pesquisadores e cientistas debatem há cerca de três anos a ligação entre descongelamento de blocos da Península Antártica e mudanças climáticas, pois aquele é um dos lugares que mais rapidamente esquentou no mundo. Nos últimos anos, a área testemunha uma diminuição da massa de gelo, do norte para o sul, observando o surgimento de paisagens verdes, com musgos e liquens. 

Tudo o que sabemos sobre:
AntártidaOceano Atlânticoiceberg

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.