Mais 70 baleias morrem encalhadas no sul da Austrália

Mais 70 baleias-piloto morreram depois de encalharem numa praia remota do sul da Austrália, elevando a 130 o total de baleias mortas na região nos dois últimos dias. Na terça-feira, cerca de 60 foram achadas mortas nas proximidades da Baía de Marion, na costa do Estado insular da Tasmânia.Segundo Liz Wren, porta-voz da Secretaria Estadual de Parques e Vida Selvagem da Austrália, voluntários e especialistas em resgate conseguiram salvar dez dos cetáceos encalhados.Horas depois, já durante a noite, um outro grupo de baleias-piloto começou a encalhar na mesma praia, à qual o acesso é feito somente por barco. Nesta manhã, voluntários e socorristas encontraram mais 70 baleias mortas e 16 ainda vivas.Oito foram devolvidas ao mar, mas oito não resistiram e morreram. Estes cetáceos chegam a medir 6 metros de comprimento"Temos um total de mais de 130 baleias mortas, o que é uma vergonha", lamentou Wren. Ela disse que não existe um número exato de baleias mortas porque os animais estão espalhados por uma faixa de praia de cerca de um quilômetro de extensão e a contagem não foi feita.Não se sabe ao certo o que levou as baleias-piloto a encalharem. Wren comentou que são comuns incidentes nos quais elas encalham em grupo, mas cientistas desconhecem o motivo do fenômeno.Em 1998, um grupo de 70 baleias-piloto encalhou exatamente no mesmo local, recordou a porta-voz. Apenas dez sobreviveram.

Agencia Estado,

26 de outubro de 2005 | 15h21

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.