Mais de cem baleias mortas em praia remota da Tasmânia

Mais de cem baleias e dez golfinhos foram encontrados mortos em uma praia remota, informou o governo australiano nesta terça-feira. David Pemberton, curador de zoologia de vertebrados no Museu da Tasmânia, disse que 110 baleias-piloto e dez golfinhos apareceram mortos em Point Hibbs, ao sul da comunidade pesqueira de Strahan, 200 quilômetros a oeste de Hobart, capital do Estado australiano da Tasmânia. Pemberton, que está entre os cientistas que sobrevoaram o local de helicóptero, comentou ser provável que os mamíferos marinhos estejam mortos já há alguns dias. Mais cedo, o secretário de Ambiente da Tasmânia, Bryan Green, afirmou que 103 baleias-piloto morreram encalhadas na praia. "Situações como essa causam sempre muito sofrimento." É comum a incidência de baleias encalhadas em praias do sul da Austrália. Os cientistas não sabem dizer com exatidão qual a causa disso. Existe uma pesquisa em andamento para determinar por que as baleias encalham. Os cientistas acreditam que os animais poderiam estar se alimentando juntos ou foram induzidos na direção da praia pela presença de algum predador.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.