Mancha de óleo atinge quatro praias de Ubatuba

A mancha de óleo provocada pelo vazamento de petróleo no Terminal Marítimo da Petrobras, em São Sebastião, 214 quilômetros a leste de São Paulo, atingiu na manhã desta quinta-feira quatro praias de Ubatuba e parte da Ilha do Mar Virado, que fica em frente à Ilha Anchieta, no litoral norte paulista. A informação foi confirmada pela assessoria do Terminal Marítimo Almirante Barroso (Tebar).O petróleo foi derramado no Canal de São Sebastião na manhã de terça-feira, quando houve um problema em três braços de descarregamento do navio petroleiro Nordic Marita. Dos 15 mil litros de petróleo que vazaram, segundo o Tebar, 10 mil já haviam sido recolhidos até esta quinta-feira à tarde.Durante toda esta quinta, equipes da Defesa Civil de São Sebastião, Caraguatatuba e Ubatuba ajudaram no trabalho de contenção da mancha de óleo, feito também por funcionários do Tebar e por pescadores. No total, 43 embarcações e 360 pessoas trabalharam na contenção da mancha.Apesar do esforço das equipes, o produto se espalhou rapidamente pelo litoral norte, por causa do mar agitado e dos ventos fortes provocados por uma frente fria. O secretário municipal de Meio Ambiente de Ubatuba, Virgílio Barroso Pinto, acompanhou os trabalhos de contenção. ?Infelizmente, por causa da maré alta, o óleo atingiu as pedras do saco da Banana e da Figueira?.Segundo Pinto, a prefeitura vai avaliar os prejuízos ao meio ambiente e aplicar uma multa na Petrobras. ?Chega de impunidade. Alguém tem que ser responsabilizado por destruir o que temos de precioso.? O secretário não informou o valor da multa. Na Cetesb, a assessoria de imprensa informou que a companhia ainda não definiu o valor da multa a ser aplicada na Petrobras.

Agencia Estado,

05 de junho de 2003 | 18h22

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.