Manifestantes condenam construção de hotéis no Rio

Manifestantes protestaram hoje na Barra da Tijuca, zona oeste do Rio, contra a construção de hotéis cinco-estrelas na Área de Preservação Ambiental (APA) do Parque de Marapendi, localizado entre o bairro e o Recreio dos Bandeirantes. A construção de empreendimentos imobiliários na área está prevista em projeto de lei complementar, elaborado pela Câmara Municipal. O protesto, coordenado pela organização não-governamental (ONG) Eco-Marapendi, reuniu mais de 50 manifestantes, entre ambientalistas e moradores da região."Foi uma lei votada às pressas", criticou a diretora da ONG, Vera Chevalier. Ela reclamou ainda que o projeto complementar de lei não teve consulta pública o que, na avaliação dela, seria o mais correto, visto o interesse que o parque suscita entre defensores do meio ambiente. A diretora afirmou ainda que o projeto não observa a Lei de Estruturação Urbana do Rio e altera o plano diretor do município - que define as áreas de proteção ambiental e histórica da cidade. "Isso é inconstitucional. Essa é uma área de preservação ambiental. Não tem como arquiteto ou biólogo reproduzir o parque", disse.A diretora da ONG informou que coordena um abaixo assinado contra empreendimentos imobiliários no parque para ser enviado ao prefeito César Maia (PFL). "Também enviaremos uma representação ao Ministério Público Estadual (MPE) para que se manifeste pela inconstitucionalidade dessa lei", disse.Para o engenheiro ambiental Eduardo Lopes, presente à manifestação, a construção de imóveis no parque não é somente uma questão ambiental, como também de direito público. "Eu tenho o direito de ter essa vista do parque, e esse direito está sendo privado por causa dos interesses de uma ou duas construtoras", criticou.No fim de agosto, Maia informara que entraria com uma ação na Justiça argüindo a constitucionalidade da medida tomada pela Câmara Municipal - que derrubou o veto do prefeito ao projeto.

Agencia Estado,

04 de setembro de 2005 | 17h42

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.