Médicos pesquisam remédio para câncer de próstata

Cientistas descobriram a primeira droga que promete evitar o câncer de próstata, mas decidir quem deve usá-la não será fácil: a substância pode vir a provocar tumores agressivos em alguns homens.A droga é a finasterida, já vendida em tratamentos para próstatas dilatadas e, em dose muito menor, para calvície.Homens que tomaram a dose para próstata por sete anos reduziram suas chances de ter câncer em cerca de 25%, em comparação com homens que tomaram um placebo, informam os pesquisadores no New England Journal of Medicine. No entanto, homens que desenvolveram o câncer enquanto tomando a pílula com finasterida tiveram mais chances de criar tumores agressivos. Mais de 6% dos pacientes sob tratamento tiveram tumores agressivos, contra 5,1% dos homens que tomaram a pílula inerte.O estudo, que envolveu 18.000 homens com idade de 55 anos ou mais, foi interrompido neste mês.

Agencia Estado,

24 de junho de 2003 | 18h52

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.