Menina sobrevive após ser atingida por raio em janela de casa

Erin Moran, de 10 anos, escapou com uma pequena marca no braço

BBC Brasil, BBC

11 Maio 2011 | 13h24

 

Uma menina britânica de dez anos sobreviveu sem grandes ferimentos após ser atingida por um raio na sua casa, na cidade de Merthyr Tydfil, no País de Gales (ao leste da Inglaterra).

Na última segunda-feira, Erin Moran estava sentada no peitoril da janela de seu quarto, lendo e olhando a tempestade, quando um raio atingiu a janela.

"Eu só achei que tinha visto um relâmpago, mas quando vi que estava tremendo, percebi que tinha sido atingida por um raio. Foi muito assustador. Meu corpo inteiro estava formigando", contou Erin.

Em seguida, a menina foi contar aos pais o que havia acontecido. Foi aí que eles notaram uma marca em seu braço e um ponto vermelho no pé, por onde a energia teria saído.

"Todo mundo com quem falamos, os médicos no hospital, ficaram completamente chocados. Primeiro, por causa da marca no ombro, depois por ela estar tão bem e saudável logo depois", disse o pai da menina, Mark Moran.

A janela do quarto de Erin é o ponto mais alto da rua onde ela mora.

Um bombeiro local, Matt Jones, disse que a Erin poderia ter ficado com "ferimentos internos graves, queimaduras sérias no corpo, mas a menina teve muita sorte e não sofreu nada disso".

Para relembrar o incidente incomum, Erin ganhou de uma prima um cordão com um pingente que tem o desenho de um raio e a data em que ela foi atingida.

 

BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Mais conteúdo sobre:
raio relampago gales tempestade erin moran

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.