Ministério contesta relatório da ONU sobre desmatamento

O Ministério do Meio Ambiente divulgou nesta terça-feira que discorda de relatório da Organização das Nações Unidas (ONU) que aponta o Brasil como o campeão mundial em devastações de florestas nativas. A expectativa do Ministério é de que haja, neste ano, uma queda de 40% no número de casos de desmatamento em todo o território nacional.Segundo o relatório da ONU, o Brasil, que, após a Rússia, é o país com a maior área florestal do mundo e possui 52% das florestas da América Latina, é o que sofre a maior perda líquida anual de florestas, com o desaparecimento de 3,1 milhões de hectares.A perda anual de florestas em todo o planeta chega a 7,3 milhões de hectares, superfície equivalente a um país como o Panamá, e é justamente na América Latina onde ocorre a maior parte do desmatamento, sobretudo no Brasil. » Leia mais

Agencia Estado,

15 de novembro de 2005 | 22h24

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.