Ministérios liberam R$ 11 milhões para células-tronco

Os Ministérios da Saúde e da Ciência e Tecnologia estão lançando nesta quarta-feira o edital de R$ 11 milhões para financiamento de pesquisas com células-tronco. Pela primeira vez serão contemplados projetos com células-tronco de embriões humanos, cuja pesquisa só foi liberada a partir da aprovação da nova Lei de Biossegurança, no mês passado.Cada ministério dará metade do dinheiro e não haverá segmentação dos recursos. Todas as linhas de pesquisa envolvendo células-tronco - embrionárias, adultas ou de cordão umbilical - poderão ser contempladas, de acordo com o mérito de cada uma.Além da abertura do edital, também está sendo anunciada a criação de um grupo de trabalho científico e ministerial, cuja função será mapear a capacidade instalada no País para pesquisas com células-tronco embrionárias.O grupo deverá apresentar um relatório no prazo de 90 dias, quando vencerá também o prazo para participação no edital. O documento deverá identificar pontos fortes e fracos da pesquisa brasileira nessa área, apresentando diretrizes para a elaboração de um programa nacional de desenvolvimento do setor."O edital vai atender a uma demanda imediata, até que esse relatório esteja pronto. A partir daí, poderemos ter editais mais focados (nas células-tronco embrionárias)", disse o ministro da Ciência e Tecnologia, Eduardo Campos.Por enquanto, a capacidade instalada para trabalhar com células embrionárias no País permanece uma incógnita. Várias instituições de pesquisa pública e privada já têm projetos com células-tronco adultas, mas quase nada com células-tronco embrionárias.Umas das iniciativas conhecidas é a da pesquisadora Lygia Pereira, da Universidade de São Paulo (USP), que no ano passado importou uma linhagem de células embrionárias dos Estados Unidos."O que já aprendemos é que elas são muito difíceis de se cultivar, mais ainda do que as células-tronco embrionárias de camundongo", conta. "E o meio de cultivo é caríssimo, por isso é importante evitar o desperdício."   leia mais sobre células-tronco

Agencia Estado,

20 de abril de 2005 | 11h18

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.