Ministro discute crise do mogno no PA

O ministro do Meio Ambiente, José Saney Filho, e o presidente do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), Hamilton Casara, estarão nesta quinta-feira em Belém para discutir com o governador do Pará, Almir Gabriel (PSDB), a situação madeireira do Estado, que alega estar sofrendo prejuízos com a proibição de corte e venda de mogno.Sarney Filho confirmou mesta quarta-feira sua presença na reunião, segundo informação repassada por dirigentes do Ibama. O encontro será realizado às 10h no Palácio dos Despachos, sede do governo paraense.Durante reunião preliminar, nesta quarta-feira à tarde, na sede do Ibama, em Belém, com dirigentes do setor madeireiro, a situação dos planos de mogno não foi discutida. Os madeireiros limitaram-se apenas a apresentar uma série de propostas para o desenvolvimento de suas atividades este ano."Nessa reunião com o governo do Estado não queremos discutir o passado do mogno, que é cheio de problemas, mas o futuro da espécie, que pode ser explorada sem nenhum problema, desde que a legislação ambiental seja respeitada", afirmou o chefe de Fiscalização do Ibama, José Leland Barroso.

Agencia Estado,

30 de janeiro de 2002 | 23h38

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.