Missal Romano publica 3 novas frases que podem encerrar missa

Foram apresentadas 72 sugestões, das quais apenas nove foram enviadas ao papa Bento XVI, que escolheu três

Efe

13 de outubro de 2008 | 14h54

A terceira edição do Missal Romano, que sai esta semana, já inclui as três frases que podem ser acrescentadas ao tradicional "podeis ir em paz", com o qual se encerra a missa, informaram nesta segunda-feira, 13, no Sínodo de Bispos realizado no Vaticano.   As três frases - entre as quais o sacerdote elegerá a que mais lhe agrade - são "vão anunciar o Evangelho do Senhor", "vão em paz glorificando o Senhor com vossa vida" e "vão em paz, aleluia, aleluia".   O cardeal africano Francis Arinze, prefeito regional da Congregação para o Culto Divino e a Disciplina dos Sacramentos, disse na XII Assembléia do Sínodo que a proposta de mudar a frase final da missa surgiu de diferentes partes da Igreja.   Segundo ele, a frase utilizada dava a impressão de que a missa era encerrada com frieza, como se houvesse pressa para seu término e sem espírito missionário.   Foram apresentadas 72 sugestões, das quais apenas nove foram redigidas e enviadas ao papa Bento XVI, que elegeu as três incluídas no Missal Romano.   Arinze também fez referência ao rito de paz durante a missa e aos pedidos que estão chegando para que se mude o momento em que este é celebrado.   Segundo o cardeal, Bento XVI pediu às Conferências Episcopais que apresentem suas propostas antes do fim de novembro, para ver qual solução é adotada.   Até agora, o rito da paz é celebrado após o Pai Nosso e antes do Cordeiro de Deus.   Alguns grupos cristãos já mudaram esse momento, passando o rito da paz para antes da Consagração, alegando que o ritual da Eucaristia não pode ocorrer sem que os fiéis estejam em paz.

Tudo o que sabemos sobre:
Vaticanoreligiãopapa Bento XVI

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.