Missão espacial 'fotografa de perto' lua de Marte

Phobos tem forma de batata e poderá se chocar com Marte em 50 milhões de anos.

Da BBC Brasil, BBC

31 de julho de 2008 | 07h54

Uma missão da Agência Espacial Européia conseguiu fotografar de perto a lua Fobos, que gira em torno do planeta Marte. A espaçonave Mars Express ficou distante apenas 93 quilômetros do astro, conseguindo capturar imagens que revelam um corpo celeste parecido com a forma de uma batata. A lua mede 27 quilômetros em sua maior extensão e acredita-se que ela seja um asteróide, capturado ou remanescente do material que formou os planetas. As fotos mostram ranhuras e crateras em sua superfície. A origem das ranhuras é eesconhecida, mas alguns cientistas acreditam podem ter sido formadas a partir de materiais lançados de Marte após impactos com objetos espaciais. Outros pesquisadores, no entanto, sugerem que elas sejam resultado do regolito - o termo usado por cientistas para se referir so solo de outros corpos celeestes que não a Terra - escorrendo para o interior de fissuras. Sua maior cratera tem 10 quilômetros de diâmetro e deve ser resultado de um impacto gigantesco, afirmam especialistas. Segundo a Agência Espacial Européia, as fotos deverão auxiliar uma missão espacial russa que pretende enviar uma nave a Fobos para retirar amostras de sua superfície para exames. As primeiras imagens da lua em alta resolução foram feitas em 1971. No início do ano, uma sonda da Nasa fotografou o astro a milhares de quilômetros de distância. Fobos foi descoberta pelo astrônomo americano Asaph Hall, em 1877. Sua órbita em torno de Marte diminui 1,8 metro a cada 100 anos, o que significa que, em 50 milhões de anos, o astro poderá colidir com o planeta.  BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Tudo o que sabemos sobre:
marteluaphobos

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.