Missão para reparar e atualizar o Hubble é adiada para 2009

Astronautas precisam ser treinados para enfrentra um nova dificuldade que surgiu no telescópio espacial

Associated Press,

29 de setembro de 2008 | 19h25

A Nasa informa que a missão de manutenção do Telescópio Espacial Hubble, que enviará sete astronautas ao observatório orbital para realizar atualizações e reparos no equipamento, foi adiada para 2009. Ela estava prevista para decolar em duas semanas, a bordo do ônibus espacial Atlantis.  A causa do adiamento é um problema inesperado que atingiu o telescópio no último sábado, quando o Hubble parou de enviar dados para a Terra. Isso pode significar que os astronautas terão uma tarefa a mais para desempenhar quando estiverem no Hubble, e para a qual não foram treinados.   A falha apresentada torna o telescópio incapaz de gerar as imagens do espaço profundo que o tornaram famoso. Nesta segunda-feira, 29, a Nasa anunciou que a missão será adiada para o início de 2009, provavelmente para fevereiro.   Segundo o porta-voz da Nasa, Michael Curie, será preciso tempo para qualificar a peça de reposição do telescópio e ensinar os astronautas a trocá-la.   O Hubble tem um canal de transmissão de dados de reserva, e a Nasa pode ser capaz de usá-lo, disse Curie. Mas se a agência contar apenas com esse canal, ficará sem opções caso ocorra um novo problema. O trabalho de transferir as atividades do telescópio para o novo canal é complexo, e já teve início.

Tudo o que sabemos sobre:
hubbletelescópioatlantisnasa

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.