Shamil Zhumatov/Efe
Shamil Zhumatov/Efe

Módulo espacial russo retorna à Terra com três tripulantes

Aterrissagem ocorreu sem contratempos no Casaquistão; tripulação permaneceu 188 dias na ISS

Efe,

01 Dezembro 2009 | 09h11

O módulo de retorno da nave russa "Soyuz TMA-15", com três tripulantes a bordo, aterrissou nesta terça-feira, 1, sem contratempos nas estepes do Casaquistão, informou o Centro do Controle de Voos (CCVE) da Rússia. A nave, que cerca de três horas antes havia se desacoplado da Estação Espacial Internacional (ISS), pousou às 5h17 (de Brasília), a cerca de 80 quilômetros da cidade de Arkalyk.

 

Veja também:

linkFoguete russo é lançado com satélite de comunicação europeu

linkAtlantis volta à Terra após missão de 11 dias no espaço

linkConserto de vaso sanitário é um dos testes para missão na ISS 

 

Conforme o previsto, o módulo de retorno, que trouxe de volta à Terra o cosmonauta russo Roman Romanenko, o canadense Robert Thirsk e o belga Frank de Winne, se desengatilhou da Soyuz às 4h50 (Brasília), ingressando na atmosfera terrestre quando estava a uma altura de 140 quilômetros sobre o Mar Mediterrâneo.

 

Equipes de resgate, com o apoio de 12 helicópteros militares e três aviões, acompanharam a nave em sua aterrissagem, informou a agência oficial "Itar-Tass".

 

A tripulação, que permaneceu 188 dias na ISS, viajará do Casaquistão até o aeroporto de Chkalovski, nos arredores de Moscou, em um voo especial. A expectativa é que o desembarque aconteça por volta das 11h (de Brasília).

Mais conteúdo sobre:
Soyuz Terra missao espacial

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.