Divulgação/EFE
Divulgação/EFE

Moedas de bronze de 2.200 anos são encontradas no Egito

Também foram encontrados no local outros objetos mais antigos, como contratos que datam de 4.000 aC

EFE

22 Abril 2010 | 19h07

ueólogos egípcios descobriram 383 moedas de bronze da época de Ptolomeu III (246-222 a.C.) no oásis de Fayum, 150 quilômetros ao sul do Cairo, anunciou, em comunicado, o Conselho Supremo de Antiguidades.

 

Cada moeda pesa 32 gramas e tem de um lado a imagem do deus Amon e do outro a de um falcão. Além disso, tem o nome de Ptolomeu inscrito com a palavra rei, que descreve seu cargo.

 

O achado aconteceu em uma zona situada ao norte do Lago Qarun, uma região desértica.

 

Também foram encontrados no local outros objetos mais antigos, como contratos em boas condições que datam de 4.000 anos antes de Cristo.

 

Nas cercanias desta região, os arqueólogos encontraram ainda um esqueleto de uma baleia que data de 42 milhões de anos.

Mais conteúdo sobre:
arqueologiaegitoptolomeu

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.