Morre Bob Hunter, fundador do Greenpeace

Bob Hunter, um dos fundadores da organização ecológica Greenpeace e seu primeiro presidente, morreu em Toronto na segunda-feira, em conseqüência de um câncer de próstata, informou a emissora de TV onde ele trabalhava como jornalista.Hunter, que tinha 63 anos, foi um dos 11 ecologistas que em 1971 saíram de Vancouver em uma embarcação rumo à ilha de Amchitka, no Alasca, para protestar contra os testes nucleares que as autoridades americanas faziam no local.O barco nunca chegou a seu destino, mas a iniciativa dos 11 ativistas gerou repercussão pública e internacional suficiente para fazer comque, cinco meses depois, Washington anunciasse o fim dos testes nucleares nas ilhas Aleutianas, no Alasca.A viagem foi o nascimento da organização ecológica Greenpeace. Em 1973, Hunter foi nomeado o primeiro presidente da organização, cargo que ocupou até 1977.Hunter também foi o autor do nome The Rainbow Warrior que batizou o navio da organização e é um conceito trazido da mitologia dos índios, que acham que um dia as raças do mundo vão se unir como um guerreiro arco-íris para defender a Terra.Em 1988, Hunter passou a se dedicar totalmente a seus trabalhos como autor, jornalista e, nos últimos tempos, apresentador de um programa de televisão matutino na emissora de Toronto CityTV, como especialista em assuntos ecológicos.Hunter - que em 2001 se candidatou ao Parlamento pelo Partido Liberal mas foi derrotado por seu rival social democrata - foi listado pelarevista Time como um dos dez heróis ecológicos do século 20, por causa de suas campanhas contra as armas nucleares e contra a caça de baleias e focas.Em 1999, o jornalista soube que sofria de câncer de próstata.

Agencia Estado,

03 de maio de 2005 | 10h01

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.