Morre o pai da tomografia computadorizada

A família do pesquisador Godfrey Hounsfield anunciou sua morte, aos 84 anos. Ganhador do Prêmio Nobel de Medicina de 1979, por ter revolucionado o diagnóstico médico ao inventar a tomografia computadorizada, Hounsfield morreu no último dia 12 de agosto. As causas da morte não foram reveladas.Tinha 32 anos quando, em 1951, se formou pela Faraday House Electrical Engineering College e foi trabalhar na Electric & Musical Industries (depois EMI), que tinha também um respeitado laboratório. Numa caminhada no campo, Hounsfield teve a idéia de criar a tomografia computadoriza.Em 1972, a primeira máquina para escanear o cérebro foi comercializada pela EMI. Três anos depois, Hounsfield desenvolveu a primeira tomografia computadorizada para o corpo inteiro.Nascido em Newark, Inglaterra, em 1919, ele era o mais novo de cinco irmãos e cresceu numa fazenda. Introvertido, seu maior interesse era fazer experimentos em eletrônica e outros princípios científicos, como se atirar de uma pilha de feno com uma asa-delta caseira.Apesar da habilidade para física e matemática, não foi um aluno brilhante. Era apaixonado por aviões, alistou-se na Real Força Aérea (RAF) durante a Segunda Guerra Mundial.

Agencia Estado,

18 de agosto de 2004 | 10h31

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.