Mudança climática leva tubarão gigante para o norte

Uma espécie de tubarão gigante conhecida pelos cientistas como Cetorhinus maximus está abandonando pouco a pouco as águas do sul da Inglaterra e povoando as da Escócia, mais ao norte. A migração, dizem cientistas, se deve à chegada do plâncton a essas águas, provocada pelo aquecimento global.Em 2002 foi visto apenas um desses tubarões em frente à costa escocesa, enquanto mais de cem foram vistos em frente à costa da Cornualha,no sudoeste da Inglaterra. Mas a situação se inverteu agora, segundoColin Speedie, capitão de uma embarcação encarregada de pesquisaresse fenômeno.Os tubarões dessa espécie, cujos indivíduos podem chegar a11 metros de comprimento e pesar mais de 7 toneladas, têm no plâncton sua principal fonte de alimentação, e este vem chegando cada vez mais ao norte, empurrado pelas correntes de águas temperadas.A migração dos tubarões se transformou em um grande negócio no ramo de turismo de observação. Na Escócia operam vários navios para turistas.  mudanças climáticas

Agencia Estado,

16 de setembro de 2005 | 17h37

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.