Mudança de gene em flor aumenta atração de polinizadores

A variação em um único gene no DNA de uma flor pode ser suficiente para atrair novos animais polinizadores, segundo estudo publicado hoje na revista Nature. Os pesquisadores trocaram os genes de coloração de duas espécies de flores da América do Norte: Mimulus lewisii, que tem as pétalas cor-de-rosa e normalmente é polinizada por abelhas, e Mimulus cardinalis, que é vermelha e costuma ser polinizada por beija-flores.O gene utilizado foi o YUP, ou ?aumentador de amarelo?, em inglês, que controla a quantidade de pigmentos amarelados nas pétalas das duas espécies ? cada qual com a sua própria variedade. O resultado foi uma M. lewisii com pétalas alaranjadas e M. cardinalis com pétalas de cor-de-rosa escuro.Por isso, a primeira passou a receber 68 vezes mais visitas de beija-flores e a segunda, 74 vezes mais visitas de abelhas. Só por causa da mudança de cores.?Esses resultados indicam que uma mudança adaptativa na preferência de polinizadores pode ser iniciada por uma única mutação significativa?, escrevem os pesquisadores Toby Bradshaw, da Universidade de Washington, em Seattle, e Douglas Schemske, da Universidade do Estado de Michigan. Em outras palavras, mostram como uma planta pode se adaptar a diferentes condições ambientais com relativa simplicidade, ao longo de sua evolução.

Agencia Estado,

12 de novembro de 2003 | 20h50

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.