Papa faz a benção 'Urbi et Orbi'
Papa faz a benção 'Urbi et Orbi'

Na Páscoa, papa defende devolução da esperança ao homem

Cerca de 200 mil pessoas se reuniram na praça de São Pedro, no Vaticano, para ouvir a mensagem de Bento XVI

Efe,

12 de abril de 2009 | 09h32

O papa Bento XVI disse na missa deste domingo de Páscoa que, diante da escassez global de alimentos, da desordem financeira, da mudança climática, da violência, do terrorismo e da miséria que obriga muitos a abandonar suas terras, é necessário descobrir "novas perspectivas capazes de devolver a esperança ao homem".

 

Bento XVI pediu que os homens não se rendam diante dessa "batalha pacífica" e lembrou aos fiéis que Cristo busca homens e mulheres que o ajudem a conseguir a vitória com as mesmas armas, "as da justiça, da verdade, da misericórdia, do perdão e do amor".

 

O pontífice fez estas declarações durante a mensagem pascal, que pronunciou na praça de São Pedro do Vaticano diante de cerca de 200 mil pessoas, que ocuparam também parte da Via da Conciliação.  Após oficiar a Missa da Páscoa da Ressurreição, em uma praça transformada em um jardim de flores coloridas, o papa disse que a ressurreição de Cristo é a esperança para o homem e que, embora tenha extirpado o mal com a mesma, Jesus precisa de "homens e mulheres que o ajudem a afiançar sua vitória com suas mesmas armas".

 

"Em um tempo de escassez global de alimentos, de desordem financeira, de pobrezas, de mudanças climáticas preocupantes, de violências e misérias que obrigam muitos a abandonar sua terra, de terrorismo sempre ameaçador, de medos crescentes diante de um porvir problemático, é urgente descobrir novamente perspectivas capazes de devolver a esperança", disse o papa.

 

O papa acrescentou que essa mesma mensagem será repetida "com força" durante a viagem que realizará em maio à Terra Santa. Sobre essa região, disse que a reconciliação entre judeus e palestinos, "embora difícil, é indispensável" para um futuro de segurança comum e de pacífica convivência.

 

O papa convidou as partes a prosseguir de maneira "renovada, perseverante e sincera" os esforços para conseguir uma solução para o conflito israelense-palestino. Concluída a mensagem, o papa realizou a bênção "Urbi et Orbi" (à cidade de Roma e a todo o mundo) em 63 idiomas, entre eles o português.

Tudo o que sabemos sobre:
papaPáscoa

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.