Nasa aguarda resultado de amostra recolhida em Marte

Administrador diz que dificuldades eram esperadas, já que a região onde a Phoenix está é inexplorada

Carlos Orsi, do estadao.com.br,

09 de junho de 2008 | 16h50

A Nasa ainda aguardava, na tarde desta segunda-feira, 9, os resultados da manobra realizada para liberar um torrão de terra marciana para o interior dos fornos da sonda Phoenix, que chegou ao planeta vermelho em maio. O torrão foi recolhido pelo braço robótico da Phoenix e depositado no instrumento que conduz aos fornos, mas o torrão se mostrou compacto demais para deslizar sozinho o restante do caminho. No domingo, cientistas ordenaram à sonda que sacudisse o instrumento, na tentativa de soltar partículas do solo, que deverão ser aquecidas, numa busca pela presença de água e sinais de material orgânico.   Imagens de Marte feitas pela sonda Phoenix O engenheiro Ramon de Paula, gerente da missão, disse ao portal estadao.com.br que a Nasa aguarda até a noite desta segunda, ou a manhã de terça-feira, 10, para ver se a manobra surtiu efeito. "Ainda temos de aprender a lidar com o solo, e com os equipamentos", declarou, por e-mail. "A missão é complexa, e  temos de fazer tudo de muito longe", lembra, numa alusão ao fato de que todos os movimentos da Phoenix são controlados a partir da Terra, a centenas de milhões de quilômetros do local da ação.  "A região onde estamos é nova para nós e muito fria. Isso afeta o jeito de lidar com o solo", disse. A previsão do tempo para os próximos dias, na parte de Marte onde a Phoenix está, próximo ao pólo norte do planeta, é de mínima de -80º C e máxima de -32º C. De Paula diz ainda que a sonda já recolheu dados atmosféricos que estão sendo analisados.

Tudo o que sabemos sobre:
martephoneix

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.