Nasa anuncia destinos de ônibus espaciais 'aposentados'

Instalações de Washington, Nova York, Los Angeles e Flórida foram os beneficiados

estadão.com.br com agências,

12 Abril 2011 | 15h10

SÃO PAULO - O Administrador da Agência Espacial Norte-Americana (Nasa) Charles Bolden anunciou o destino dos ônibus espaciais 'aposentados' neste ano.

Veja também:

blog  Columbia marca 30 anos do programa de ônibus espaciais da Nasa

especial Especial da Nasa sobre ônibus espacial

especial Tributo artista Brian Basset ao programa da Nasa

especial Imagem mostra a estrutura de um ônibus espacial

O Discovery ficará exposto no Museu Nacional do Ar e Espaço, do Instituto Smithsonian, que já contava com o Enterprise, que será transferido para o Museu Intrepid do Mar, Ar e Espaço, em Nova York. O Endevour irá para o Centro de Ciências da Califórnia, em Los Angeles. E o Atlantis, ficará em um complexo liberado aos visitantes do Centro Espacial Kennedy, na Flórida.

"Nós queremos agradecer todos aqueles que expressaram interesse nestes tesouros nacionais. Foi uma decisão difícil, mas foi feita pensando no público", disse Bolden. Além dos ônibus espaciais, a Nasa anunciou o encaminhamento de diversos artefatos usados nas missões para museus e instituições educacionais.

Este ano marca o fim do programa tripulado de ônibus espacial da Nasa. No entanto, o Endeavour e o Atlantis ainda têm viagens marcadas antes de serem aposentados. O primeiro deverá seguir rumo à Estação Espacial Internacional (ISS) no fim deste mês. Já o Atlantis fará sua última viagem entre junho e julho.

Os EUA estão encerrando seu programa com ônibus espaciais após 30 anos devido aos altos custos operacionais e para abrir fundos para iniciar trabalhos em novas naves que possam viajar à Lua, asteroides e outros destinos.

O plano da Nasa depois do fim do programa é fazer com que os astronautas americanos sejam transportados até a ISS por meio da nave Soyuz, da Rússia, talvez até a metade da atual década. Depois, a Nasa deve começar a usar os serviços de companhias privadas nas suas viagens para o espaço.

Mais conteúdo sobre:
ISSNasaespaçoônibus espacial

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.