Nasa completa teste de motor para nova geração de naves

As naves Órion deverão substituir os ônibus espaciais e serão a base da volta dos EUA à Lua

16 de abril de 2008 | 14h31

A Nasa informa ter completado o primeiro teste em escala real de um motor de foguete para a nova nave Órion, que deverá substituir os ônibus espaciais a partir de 2010 e é a base dos planos da agência para levar astronautas de volta à Lua até 2020. O motor testado é um foguete de combustível sólido que será usado para expelir o sistema de interrupção de lançamento.   O motor de expulsão vai separar o sistema de interrupção de lançamento da nave principal, durante o lançamento. O sistema de interrupção é um é um foguete maior, que será usado para os astronautas escaparem da nave em caso de emergência na base de lançamento ou durante a ascensão para órbita.   A "Visão para Exploração Espacial" anunciada pelo presidente dos EUA, George W. Bush, em 2004, pede um retorno de astronautas à Lua por períodos de permanência cada vez mais prolongados, começando a partir de 2015. Bush também já determinou á Nasa que deixe de voar com ônibus espaciais a partir de 2010.

Tudo o que sabemos sobre:
nasaluaorion

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.