Nasa lança sonda com destino a Mercúrio

A Agência Espacial Norte-Americana (Nasa) lançou na madrugada desta terça-feira a nave Messenger em direção a Mercúrio. Esta é a primeira sonda espacial enviada ao planeta mais próximo do Sol, em quase 40 anos.O foguete que levou a nave ao espaço, decolou ainda sob a luz da lua para iniciar uma viagem de 8 bilhões de quilômetros durante seis anos e meio. O lançamento deveria ter ocorrido na segunda-feira, mas foi adiado por causa da tempestade tropical Alex, que atingiu a Flórida.Mais quenteO pequeno Mercúrio é o planeta mais quente do Sistema Solar, onde a temperatura na superfície passa dos 450 ºC. Cerca de 65% do seu interior é feito de ferro, o que o torna extremamente denso, apesar de ser apenas um pouco maior do que a Lua.E apesar do calor escaldante na superfície - o Sol lá é 11 vezes mais brilhante do que na Terra -, a temperatura cai para até 200ºC negativos no interior de suas crateras polares, onde os cientistas imaginam encontrar, inclusive, água congelada.EmpurrãozinhoA Messenger, de US$ 427 milhões, terá de percorrer 8 bilhões de quilômetros até entrar na órbita de Mercúrio, em 2011, onde deverá permanecer por um ano. O caminho inclui passagens pela Terra, Vênus e o próprio Mercúrio, para pegar um empurrãozinho gravitacional e fazer correções de trajetória.Uma rota direta levaria apenas três meses, segundo a Nasa, mas exigiria mais combustível e seria muito mais cara.Processo de formaçãoO objetivo da missão é mapear e estudar a superfície do planeta, sua atmosfera e campo magnético. A última sonda a visitar Mercúrio foi a Mariner 10, que fez três vôos pelo planeta entre 1974 e 1975 e fotografou 45% da superfície."Queremos entender os processos que levaram à formação de Vênus, Marte e Terra, e por que eles produziram planetas tão diferentes", afirma Sean Solomon, chefe de pesquisa da missão.

Agencia Estado,

03 de agosto de 2004 | 09h41

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.